Articles

Cabo Verde enviará professores a Timor-Leste em 2015

In Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 5 de Agosto de 2014 by ronsoar Tagged: , , , , , ,

Da Agência Lusa e da Panapress
27 de julho de 2014

.
:::  O presidente do Instituto Universitário da Educação de Cabo Verde, Florêncio Varela, garante que esta possibilidade de cooperação no domínio educacional passa também pelo acolhimento de estudantes timorenses.  :::

.
Cabo Verde prepara-se para enviar professores para Timor-Leste, a partir de janeiro do próximo ano, no quadro de um dos acordos que foram assinados entre os dois países.

De volta à capital cabo-verdiana, o presidente do Instituto Universitário da Educação de Cabo Verde, Florêncio Varela, que esteve recentemente em Timor-Leste, assegurou que este processo já está em curso e que Cabo Verde poderá também cooperar com aquele país asiático de Língua oficial portuguesa nos mais variados domínios de educação – sobretudo ensino superior, ciência e inovação.

Florêncio Varela garante que esta possibilidade de cooperação no domínio educacional entre os dois países passa pelo envio de professores de Cabo Verde para Timor-Leste e pelo acolhimento de estudantes timorenses para estudarem no Instituto Universitário – estabelecimento de ensino que se ocupa da formação superior de docentes no arquipélago.

Segundo ele, a colaboração de Cabo Verde através do envio de professores para Timor-Leste resulta do facto de aquele país – que alcançou a independência a 20 de maio de 2002 e é um dos países mais jovens do mundo – enfrentar uma enorme carência de docentes para pôr de pé o seu sistema de ensino.

A cooperação no domínio do ensino figura na lista dos acordos assinados pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Jorge Borges, e pelo seu homólogo de Timor-Leste, José Luís Guterres, na ocasião da Reunião do Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Díli.

“O desenvolvimento humano em Cabo Verde é uma área extremamente importante. A única riqueza que temos são os cabo-verdianos e temos alguma experiência que queremos partilhar” com Timor-Leste, afirmou Jorge Borges na ocasião da assinatura do memorando de cooperação educacional em Díli, no dia 21 de julho.

–– Acordo de supressão de vistos ––
Os ministros dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste e Cabo Verde assinaram também um acordo para isenção de vistos de passaportes ordinários, permitindo aos seus cidadãos a livre circulação entre os dois países.

Para o ministro dos Negócios Estrangeiros timorense, José Luís Guterres, este acordo de isenção de vistos vai reforçar as “ligações históricas para que as novas e futuras gerações façam mais para reforçar os laços de fraternidade” entre os dois países.

“A CPLP para ter sucesso tem de ser não só entre governos, mas também entre povos; e, por isso, a supressão de vistos”, afirmou José Luís Guterres.  :::

.
–– Extraído da Agência Lusa e da Panapress ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: