Articles

Brasil: na Copa do Mundo, a Língua comum é o “portunhol”

In Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 22 de Junho de 2014 by ronsoar Tagged: , ,

O Campeonato Mundial de Futebol, com o Brasil como país-sede em 2014, traz visibilidade internacional ao maior dos países da Lusofonia. Tornou-se uma oportunidade para promover e difundir a Língua Portuguesa para os turistas que visitam o gigante sul-americano, o país que mais vezes venceu a principal competição do futebol.

Além disso, foi a primeira oportunidade para muitas pessoas vindas de outras partes do mundo treinarem localmente a Língua “filha ilustre do Latim”.

Para os que vêm de países de língua espanhola, há um factor que facilita a intercompreensão com os brasileiros: o fato de a “Língua de Cervantes” ter muitas semelhanças com a Língua Portuguesa. A ponto de se formar uma língua mesclada entre o português e o espanhol, por brincadeira, chamada de “portunhol”.

Essa língua híbrida encontra maior presença em regiões de intenso contato entre as duas maiores Línguas ibéricas, como é o caso do sul do Brasil, notadamente o Estado do Rio Grande do Sul.

A seguir, a reportagem da agência Reuters mostrando a presença do “portunhol” como língua híbrida usada entre os falantes de português e espanhol em Porto Alegre, cidade-sede do Campeonato Mundial de Futebol e capital do Rio Grande do Sul.

.
*              *              *

–– Na Copa do Mundo, a Língua comum é o “portunhol” ––

Angus MacSwan, de Porto Alegre (Brasil)
da agência Reuters
20 de junho de 2014

.
Com milhares de adeptos de nove países de língua espanhola na Copa do Mundo de Futebol no Brasil, cujo idioma oficial é o Português, a Língua híbrida países conhecida como “portunhol” tem sido a ajuda perfeita para o entendimento entre os turistas e os habitantes.

A mistura informal e espontânea das duas Línguas ibéricas é comumente usada no sul do Brasil, que tem fortes laços com seus vizinhos Argentina e Uruguai, e por espanhóis e latino-americanos que visitam outras partes da antiga colônia portuguesa.

“É fácil de entender”, diz Roseângela de Azevedo, gerente da loja de artesanato Tchê Casa do Gaúcho, em Porto Alegre.

“Usamos [a mistura das duas Línguas] com um monte de turistas que vêm até a loja, chilenos, argentinos. São muito parecidas, embora tenham algumas palavras diferentes”, acrescentou.

Felipe e Diego Leon, dois irmãos de Bogotá, Colômbia, disseram que tinham viajado pelo Brasil, do Rio de Janeiro até Brasília e São Paulo, sem terem complicações com línguas.

“Não é difícil. Se falamos mais devagar o espanhol e dizemos algumas palavras em português, eles entendem. Frango por pollo, suco por jugo. Podemos dizer ‘bom dia’ e ‘boa noite'”, comentaram.

“As pessoas são muito amigáveis e elas tentam ajudar”, destacaram os irmãos. Entretanto, algumas palavras são enganosas.

Se alguém pede um vaso em espanhol, em vez de um copo, corre o risco de ter um penico em cima da mesa. E borracharía é uma oficina de reparo de pneus no português falado no Brasil, e não um lugar onde alguém fica bêbado (borracho em espanhol) depois de uma partida.  :::

(Tradução de Ronaldo Santos Soares.)

.
MacSWAN, Angus. En la Copa, el portuñol es la lengua común.
(Versão em espanhol de Patricia Avila.)
Extraído da agência Reuters.
Publicado em: 20 jun. 2014.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: