Articles

Bolsistas brasileiros no Timor-Leste para promover Ensino do Português

In Defesa da Língua Portuguesa, Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 11 de Junho de 2014 by ronsoar Tagged: , , , ,

Da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, do Ministério da Educação do Brasil
10 de junho de 2014

Bolsistas brasieliros na chegada em solo timorense: eles atuarão em ações focadas no ensino da Língua Portuguesa no país lusófono do sudeste da Ásia. 

Bolsistas brasieliros na chegada em solo timorense: eles atuarão em ações focadas no ensino da Língua Portuguesa no país lusófono do sudeste da Ásia.
 

.
Bolsistas do Programa de Qualificação Docente e Ensino de Língua Portuguesa (PQLP) estão no Timor Leste para atuar em ações focadas no ensino de Língua Portuguesa e na formação de docentes de diversas áreas e níveis. A equipe é formada por 49 estudantes que estão realizando ações desde o mês de maio.

Em 2013, cerca de dois mil timorenses passaram por formações promovidas pelos bolsistas do PQLP. Essas ações contam com a parceria da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) e do Instituto Nacional de Formação Docente e Profissionais da Educação (Infordepe) [de Timor-Leste], e com o apoio da embaixada brasileira em Díli, capital do Timor-Leste.

A coordenação acadêmica do PQLP, comandada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e os articuladores pedagógicos realizaram, no final de maio, reunião com os novos bolsistas, apresentando os principais eixos do programa, as bases teórico-metodológicas, as demandas educacionais e uma imersão ao curso de tétum, língua falada pela maioria dos timorenses.

Todo esse esforço tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento da Língua Portuguesa naquele país.

–– Sobre o programa brasileiro PQLP ––
O PQLP é uma iniciativa coordenada pela Diretoria de Relações Internacionais da Capes –(*)– em parceria com a UFSC e o Ministério das Relações Exteriores [do Brasil]. A meta do programa é de enviar 50 docentes por ano ao Timor-Leste, para atuar na elaboração e revisão de materiais didáticos, acompanhar professores timorenses na implementação de propostas, desenvolver cursos de Português como Segunda Língua e oferecer cursos de Língua Portuguesa, entre outras atividades.

As bolsas concedidas pelo programa possuem duração de seis meses, podendo ser prorrogadas por até outros seis meses. Os candidatos selecionados recebem bolsa no valor de 2.100 euros para a modalidade Estágio Docente e de 2.300 euros para a modalidade Articulador Pedagógico, além de passagem, seguro-saúde, auxílio-instalação e adicional-localidade.  :::

*              *              *

–– Notas: ––
–(*)– A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) é uma instituição vinculada ao Ministério da Educação do Brasil e que avalia o Ensino Superior. Essa instituição oferece bolsas de estudos para programas acadêmicos de pós-graduação com ênfase em mestrado e doutorado.

.
Bolsistas brasileiros chegam ao Timor Leste para auxiliar Ensino de Português.
Da Coordenadoria de Comunicação Social,
da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior,
do Ministério da Educação do Brasil
Publicado em: 10 jun. 2014.

.
*              *              *

Leia também:
A ação de professores brasileiros de Língua Portuguesa no Timor-Leste – 18 de dezembro de 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: