Articles

IILP: pronto o Vocabulário Ortográfico Nacional de Moçambique

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional on 10 de Maio de 2014 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Do Instituto Internacional da Língua Portuguesa e do jornal digital Notícias Online (Maputo, Moçambique)

.
A Comissão Nacional de Moçambique já concluiu os trabalhos de seu Vocabulário Ortográfico Nacional (VON) e vai apresentá-lo na IX Reunião Ordinária do Conselho Científico do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), a ocorrer nos dias 12 e 13 de maio na sede da entidade: a Casa Cor de Rosa, na Cidade da Praia, Cabo Verde.

.
O Vocabulário Ortográfico de Moçambique será incluído na elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum (VOC) da Língua Portuguesa, a ser desenvolvido pelo IILP. O VOC é um importante documento para a Língua Portuguesa em nível mundial, decorrente do processo de aplicação do Acordo Ortográfico de 1990 no conjunto dos países da Lusofonia.

A divulgação do VON de Moçambique reforça o otimismo quanto à aplicação das novas regras de unificação ortográfica no país africano, uma vez que o respectivo governo já aprovou e enviou o Acordo Ortográfico de 1990 para ratificação parlamentar na Assembleia da República de Moçambique.

–– “Um trabalho científico seguro, a par dos outros países lusófonos” ––
O presidente da Comissão Nacional moçambicana do IILP, Lourenço do Rosário, declarou ao jornal digital Notícias Online que o VON de Moçambique é o resultado de um trabalho científico levado a cabo por uma equipa da Faculdade de Letras e Ciências da Universidade Eduardo Mondlane, de Maputo.

Lourenço do Rosário: Moçambique está "a par do Brasil ou de Portugal em termos de trabalho científico" com a Língua em comum.

Lourenço do Rosário: Moçambique está “a par do Brasil ou de Portugal em termos de trabalho científico” com a Língua em comum.

Os trabalhos foram conduzidos por lexicógrafos liderados pelas professoras Inês Machungo e Perpétua Gonçalves. “É um trabalho científico seguro e terá mais de 40 mil entradas, o que significa que estamos perfeitamente a par dos outros, quer dos portugueses, quer dos brasileiros em termos de trabalho científico”, disse Lourenço do Rosário, que é reitor da Universidade Politécnica, de Maputo, e presidente do Fundo Bibliográfico da Língua Portuguesa (FBLP).

Além do VON de Moçambique, será também apresentado o de Timor-Leste, e estão em fase de conclusão os VONs de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe.

Brasil e Portugal já apresentaram à Comissão Científica do IILP os seus VONs – faltarão apenas os de Angola e Guiné-Bissau. Todo este processo, quando finalizado, confluirá na elaboração do VOC, cumprindo-se uma das etapas delineadas pelo Acordo de 1990 que, em vez do critério etimológico, valoriza o critério fonético para aproximar a escrita da forma falada das palavras.

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa em 16 de dezembro de 1990, tem o objetivo de criar e adotar uma ortografia unificada a ser usada por todos os países de Língua oficial portuguesa, a contribuir assim para a expansão e para o prestígio internacional da Língua que une os povos da Lusofonia.

Angola e Moçambique são os países da CPLP que ainda não ratificaram a adesão ao Acordo, que já vigora legalmente em Portugal, Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.  :::

.
–– Extraído do Instituto Internacional da Língua Portuguesa e do jornal digital Notícias Online (Maputo, Moçambique) ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: