Articles

Angola e Moçambique querem Acordo Ortográfico com respeito a “especificidades” linguísticas

In Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 22 de Abril de 2014 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Da Agência Lusa e da RTP (Portugal)
17 de abril de 2014

Os ministros da Educação de Moçambique, Augusto Jone, e de Angola, Pinda Simão, defendem respeito às "especificidades" linguísticas para a ratificação do Acordo Ortográfico de 1990. 

Os ministros da Educação de Moçambique, Augusto Jone, e de Angola, Pinda Simão, defendem respeito às “especificidades” linguísticas para a ratificação do Acordo Ortográfico de 1990.
 

.
Os ministros da Educação de Angola e de Moçambique pediram que o Acordo Ortográfico para os países da CPLP incorpore as “especificidades” linguísticas de cada um dos Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Trata-se de incorporar no Acordo as especificidades da nossa Língua”, disse o ministro moçambicano da Educação, Augusto Jone.

“Encontramos palavras que só têm sentido para os falantes de um determinado país” e “temos um vocabulário de cada país, além daquele que nos é comum”, afirmou.

Os ministros da Educação da CPLP estiveram reunidos, em Maputo, no dia 17 de abril, no âmbito da VIII Reunião Ministerial do setor, tendo os representantes dos Estados-membros da Comunidade “instado o Conselho Científico do Instituto Internacional da Língua Portuguesa a pronunciar-se em relação ao parecer oficial sobre o Acordo Ortográfico”, entregue pelas autoridades angolanas.

“Penso que as reflexões que fizemos englobaram as preocupações de todos os países que falam a Língua Portuguesa, em termos do enriquecimento desta Língua e das nacionais que são faladas em cada um dos países”, disse o ministro da Educação angolano, Pinda Simão, salientando que Angola “não está contra o Acordo Ortográfico”.

–– “Ratificação sustentável” do Acordo Ortográfico ––
Referindo que Moçambique “tem uma cátedra na Universidade Eduardo Mondlane que está a cuidar dos assuntos relacionados com o Acordo”, o ministro da Educação moçambicano, Augusto Jone, adiantou que o seu ministério “está a articular” com a Assembleia da República do país a ratificação do documento.

Falando na abertura da VIII Reunião dos Ministros da Educação da organização, o ministro moçambicano defendeu ser necessário o redobramento de esforços para uma “ratificação sustentável” do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

“Até ao momento, nem todos os Estados da CPLP ratificaram o Acordo Ortográfico, devido ao tempo de debate nacional e às implicações decorrentes da implementação. Assim, torna-se necessário redobrar os esforços tendentes a uma ratificação sustentável”, afirmou Augusto Jone.

Para o ministro moçambicano da Educação, o futuro da Língua Portuguesa no sistema mundial deve ser encarado com realismo, mas também com ambição.

“Assim, é necessário prosseguir os esforços em curso e promover novas iniciativas de âmbito nacional e multilateral, no sentido de reforçar a influência e a posição da Língua Portuguesa no sistema mundial”, enfatizou Augusto Jone.

Moçambique e Angola são os únicos países, de entre os oito da CPLP, que ainda não ratificaram o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

São oito os Estados-membros da CPLP: Moçambique, Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Os ministros da Educação e da Cultura destas sete primeiras nações citadas assinaram o documento elaborado em Lisboa em dezembro de 1990: o de Timor-Leste aderiu ao Acordo em 2004.

.
–– Extraído da Agência Lusa e da RTP (Portugal) ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: