Articles

Parlamento Nacional do Timor-Leste com sessões em Língua Portuguesa

In Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 16 de Abril de 2014 by ronsoar Tagged: , , , ,

Baseado em reportagem do sítio Jornal Digital (Portugal)
15 de abril de 2014

O Parlamento Nacional de Timor-Leste passou a realizar sessões regulares em Língua Portuguesa, um dos idiomas oficiais do país do sudeste da Ásia, ao lado do tétum. 

O Parlamento Nacional de Timor-Leste passou a realizar sessões regulares em Língua Portuguesa, um dos idiomas oficiais do país do sudeste da Ásia, ao lado do tétum.
 

.
Díli  O Parlamento Nacional do Timor-Leste utilizou a Língua Portuguesa como o único idioma na discussão semanal entre os membros, que decorre todas as terças-feiras.

Os deputados do Parlamento Nacional começaram a usar a Língua Portuguesa nos seus debates esta segunda-feira, 14 de abril. A decisão foi tomada com o fim de conferir respeito pela Língua oficial do país e de melhorar a forma como é utilizada por alguns deputados.

Porém, observou-se que o uso do português no debate não ajudou muitos deputados a pronunciarem-se na discussão. O número de pessoas que falaram no debate nesse dia foi menor e, em seguida, usaram o tétum, a outra língua oficial timorense.

O deputado da Fretilin (Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente), Francisco Miranda Branco, disse que a língua portuguesa ainda está na etapa de aprendizagem. “O português é uma das duas Línguas oficiais de Timor-Leste, como está escrito na Constituição”, disse Francisco Miranda Branco, que espera que a política ajude a melhorar o uso da Língua pelos deputados.

António Serpa, deputado do CNRT (Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste), disse que muitos membros do Parlamento não sabem ainda falar português, mas está satisfeito porque podem falar na seção de discussão. “Congratulo os membros do Parlamento que não aprenderam português no passado, mas que podem falar na discussão para transmitirem as suas ideias sobre como melhorar as vidas das pessoas”, disse António Serpa.

O secretário de Estado do Parlamento, Nélio Izaac, disse que usar a Língua Portuguesa no Parlamento Nacional é uma das obrigações dadas pela instituição soberana do Estado através da Constituição.

De acordo com o Censo 2010 de Timor-Leste, perto de 90% dos timorenses usam tétum no seu dia a dia. Estima-se que 35% utilizem a língua indonésia fluente e 23,5% saibam ler e escrever em português. Este é um número impressionante tendo em conta que em 2002 menos de 5% dos timorenses entendiam o português.

O Prémio Nobel da Paz de 1996 e ex-presidente do Timor-Leste, José Ramos-Horta, disse que em dez anos, pelo menos metade do povo iria utilizar o português, e o tétum será tão colorido e animado, mas melhor dotado para enfrentar os desafios que vêm com a abertura do país para o mundo.

Os governos da República Portuguesa e de Timor-Leste estão a trabalhar em conjunto para desenvolver a Língua Portuguesa no país.

A Universidade Nacional Timor Lorosa’e anunciou a criação de um Instituto da Língua Portuguesa no país. O centro será inaugurado durante a Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da CPLP a se realizar no mês de julho em Díli.

.
Com base em
Timor-Leste: Parlamento Nacional utiliza a Língua Portuguesa.
Extraído do sítio Jornal Digital (Portugal)
Publicado em: 15 abr. 2014.

Uma resposta to “Parlamento Nacional do Timor-Leste com sessões em Língua Portuguesa”

  1. Muito me alegra a boa noticia

    Com gratidão Um fraterno abraço

    Korsang di Melaka

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: