Articles

Português é uma das “Línguas para o futuro” no Reino Unido

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional on 26 de Novembro de 2013 by ronsoar Tagged: , , , ,

Da Agência Lusa e do British Council (Reino Unido)

O português é uma das 10 línguas estrangeiras mais importantes para o Reino Unido para os próximos 20 anos, de acordo com relatório divulgado pelo instituto British Council.
 

.
A Língua Portuguesa está entre as consideradas como um dos 10 idiomas estrangeiros mais importantes para os próximos 20 anos no Reino Unido, segundo um estudo do instituto British Council.

“Pela primeira vez, a Língua Portuguesa integra esta espécie de pequena lista das línguas consideradas ‘vitais’ num horizonte temporal de 20 anos, partilhando esse estatuto com o espanhol, o árabe, o francês, o chinês mandarim, o alemão, o italiano, o russo, o turco e o japonês”, sublinhou o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, em comunicado divulgado à Agência Lusa.

No relatório Languages for the Future (Línguas para o Futuro), que analisa as prioridades linguísticas do Reino Unido, é referido que a seleção de idiomas baseia-se “em fatores económicos, geopolíticos, culturais e educacionais, incluindo as necessidades das empresas do Reino Unido no que respeita aos seus negócios com o exterior, as prioridades diplomáticas e de segurança e a relevância na Internet”, indicou a mesma nota informativa.

John Worne, do British Council: “O Reino Unido precisa de mais pessoas a falarem mais línguas.”

Os autores do estudo britânico destacaram a utilização do português como Língua de trabalho da União Europeia e em outros organismos internacionais, como a Organização dos Estados Americanos, a União Africana, a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e a União de Nações Sul-Americanas.

Também levou-se em consideração o facto de a Língua Portuguesa ser o quinto idioma mais utilizado na Internet e de estar com forte presença nos dois lados do Oceano Atlântico. Foi dado destaque especial ao Brasil, que receberá o próximo Mundial de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016 – além de projetar-se para ser a sétima maior economia do mundo em 2020, o que torna a Língua prioritária para seu domínio no comércio e na diplomacia.

“Outros estudos recentes têm vindo a indicar que a projeção da Língua Portuguesa se deve principalmente ao número de falantes de Língua materna, ao número de países de Língua oficial portuguesa, à presença e crescimento na Internet, à cultura, sobretudo ao nível da tradução de originais e, desde há alguns anos, à ciência, devido a um forte crescimento da produção de artigos em revistas científicas”, acrescentou o Camões, I.P.

O relatório também destaca a presença de mais de 10 mil estudantes brasileiros em universidades do Reino Unido, graças às bolsas de estudo do programa Ciência sem Fronteiras, do Ministério da Educação do Brasil.

Constituindo a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), os oito países de Língua oficial portuguesa – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – ocupam uma superfície de cerca de 10,8 milhões de quilómetros quadrados e, no seu conjunto, têm aproximadamente 250 milhões de habitantes.

–– “Os britânicos precisam de falar outras línguas” ––
“Os adultos britânicos têm fama de ficarem travados diante de idiomas estrangeiros; e mesmo com 200 línguas sendo faladas só em Londres e em Manchester, o facto é que o Reino Unido precisa de mais pessoas a falarem mais línguas”, declarou John Worne, diretor de estratégia global do British Council, em artigo no jornal digital The Huffington Post (aqui, em inglês).

De acordo com o estudo, 13% das grandes empresas britânicas consideram a Língua Portuguesa como “útil para os seus negócios”. O relatório aponta que estão em crescimento as matrículas de português no Ensino Secundário britânico – uma alta de 80% nos últimos cinco anos –, embora isso mais se deva à presença de uma população lusodescendente no país do que à demanda própria da população britânica em geral. O Ensino de Português na rede escolar concentra-se na Inglaterra, e há muito poucas escolas para a “Língua de Camões” na Escócia.

O dado negativo do relatório é que menos de 0,5% da população britânica adulta declarou saber falar bem a Língua Portuguesa em níveis de conversação. Mas outro dado animador é que o Ministério do Exterior do Reino Unido pretende aumentar em 20% o número de diplomatas fluentes em Língua Portuguesa.  :::

Clique aqui para descarregar o relatório Languages for the Future (Línguas para o Futuro), do sítio do British Council – Reino Unido (em inglês).

.
–– Extraído da Agência Lusa e do British Council (Reino Unido) ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: