Articles

Editora brasileira lança antologia de contos lusófonos infantis

In Defesa da Língua Portuguesa, Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 13 de Setembro de 2013 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Da Agência Lusa
3 de setembro de 2013

.
A editora brasileira Melhoramentos lançou na Bienal do Livro do Rio de Janeiro – ocorrida entre os dias 29 de agosto e 8 de setembro – uma antologia de contos lusófonos infantis, que reúne, em um único volume, lendas e mitos contados nos oito países de Língua Portuguesa.

De acordo com o superintendente da Editora Melhoramentos, Breno Lerner, a ideia surgiu quando leu o verso que diz que 250 milhões de pessoas sonham em português, em uma revista antiga, que falava sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

“Isso marcou-me muito e pensei: ‘O que sabe um brasileiro sobre Timor-Leste ou a Guiné-Bissau?’ Precisamos de ver como é essa gente, o que eles fazem, como falam”, contou à Lusa o mentor do projeto.

.

Dima, o Passarinho que Criou o Mundo – como foi batizado, em homenagem ao conto homónimo do autor angolano Zetho Cunha Gonçalves – demorou mais de quatro anos para ser realizado, e agora deverá abrir espaço para uma série, com novas publicações temáticas.

“A seleção foi absolutamente livre. Quisemos que cada autor trouxesse aquilo que entende de mais significativo da cultura infantil de seu país. Foi um projeto que levou quatro anos e, agora que conseguimos armar essa teia, vamos começar a pensar noutras edições”, avançou o responsável.

Os autores selecionados foram: Zetho Cunha Gonçalves, de Angola, que foi também o organizador da coletânea; Miguel Ouana, de Moçambique; Leão Lopes, de Cabo Verde; Andrea Fernandes, da Guiné-Bissau; José Carlos Pereira, de Portugal; Albertino Bragança, de São Tomé e Príncipe; Luís Costa, de Timor-Leste; e Rogério Andrade Barbosa, do Brasil.

Lerner observa que a edição fez questão de manter o texto original, mesmo quando havia termos que não são utilizados no Brasil, e acrescentou, no final de cada conto, um glossário no qual a criança poderá aprender e tirar dúvidas sobre o vocabulário local.  :::

.
–– Extraído da Agência Lusa ––

.
*              *              *

Leia também:
Brasil: 16ª. Bienal do Livro do Rio de Janeiro – 28 de agosto de 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: