Articles

Malásia: museu português reaberto em Malaca

In Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 30 de Junho de 2013 by ronsoar Tagged: ,

Da Agência Lusa
28 de junho de 2013

A cidade de Malaca, na Malásia – que fez parte do antigo Império Português do Oriente entre 1511 e 1641 –, voltou a ter o seu museu português reaberto, em prol da projeção da cultura portuguesa e euro-asiática do sudeste da Ásia.
 

O museu no Bairro Português de Malaca, na Malásia, reabriu ao público no dia 28 de junho, por ocasião das festas de São Pedro, embora as obras de reparação não estejam totalmente concluídas, disse à Lusa o secretário-geral do comité, Richard Hendricks.

“Estamos a celebrar a nossa Festa de São Pedro entre 28 e 30 de junho e esperamos atrair turistas para o museu”, afirmou o secretário-geral do Comité do Bairro Português de Malaca (Portuguese Settlement Committee). Encerrado desde o final do ano passado, aquando da passagem à reforma do antigo encarregado do museu, Edgar Overee, o espaço reabre agora “mais limpo, mais bem organizado e com mais objetos expostos”.

“Vamos estar a projetar a cultura portuguesa e euro-asiática de Malaca, as suas ações e estilos de vida, desde a chegada dos portugueses, em 1511. O povo Kristang em Malaca é único e rico na sua cultura, o que significa que temos muito para oferecer aos locais e estrangeiros”, descreveu.

Richard Hendricks adiantou que o museu ainda requer algumas obras de renovação, como a instalação de ar condicionado, de forma a possibilitar a projeção de diapositivos, entre outras atividades, e torná-lo mais atrativo para os turistas, mas que o espaço já está disponível para consulta por parte dos alunos.

O museu, esclareceu o secretário-geral do Comité do Bairro Português, foi iniciado pelo regedor Peter Gomes há cinco anos, tendo sido estabelecido com fins académicos, para apoiar os “programas étnicos para os estudantes em toda a Malásia”.

Bandeira de Malaca, Malásia

 

“Chegavam grupos com até 80 estudantes. Por isso precisávamos de um local para lhes dar apoio. Um membro sénior do Portuguese Settlement Panel [o Painel do Regedor do Bairro Português de Malaca], o sr. Edgar Overee, assumiu a tarefa de atender estes estudantes. O museu foi então criado e foram dispostos elementos sobretudo a pensar nas necessidades dos estudantes”, acrescentou.

Agora com mais itens expostos – incluindo peças em barro e artigos têxteis – o espaço museológico tem por objetivo atrair mais turistas.

“Depois de muitas discussões levadas a cabo […] estamos a melhorar o museu para disponibilizar informações sobre os grupos étnicos, mas também para os turistas. O Perzim [Corporação dos Museus de Malaca, órgão governamental ligado ao museu] está a renovar o espaço; vai colocar ares condicionados e estantes. E continuamos à procura de mais elementos relacionados com a presença portuguesa para mostrar”, acrescentou.

As autoridades locais contrataram entretanto um novo encarregado – Jerry Alcantra – para gerir o museu.

As festividades em homenagem a São Pedro prolongam-se em uma série de iniciativas oficiais e cerimónias religiosas, durante todo o fim de semana.  :::

.
–– Extraído da Agência Lusa ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: