Articles

Fundação José Saramago recebeu 25 mil visitantes em seu primeiro ano

In Língua Portuguesa Internacional, Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 16 de Junho de 2013 by ronsoar Tagged: , , ,

Da Agência Lusa e da Agência EFE
14 de junho de 2013

A sede da Fundação José Saramago na Casa dos Bicos, na capital portuguesa, recebeu 25 mil pessoas durante o seu primeiro ano de abertura ao público, um número que excede as expectativas.

De acordo com a instituição, entre os visitantes que passaram pela Fundação, um em cada três provinha do estrangeiro, em que se destacou o afluxo de espanhóis e de brasileiros.

.
A Fundação presidida pela escritora espanhola Pilar del Río, esposa e tradutora do português vencedor do Prémio Nobel, falecido em 18 de junho de 2010, manteve-se aberta gratuitamente no dia 14 de junho para celebrar o seu primeiro ano de vida.

Exatamente no dia 18 de junho, será realizada na sede da Fundação uma celebração “discreta” do terceiro aniversário da morte de Saramago, de acordo com os porta-vozes da instituição, com a exibição da versão integral do documentário José e Pilar.

A Fundação é presidida pela escritora espanhola Pilar del Río, esposa e tradutora de José Saramago.

O filme foi feito pelo realizador português Miguel Gonçalves Mendes a partir da gravação de mais de 240 horas da vida do casal durante quatro anos, entre 2006 e 2010.

O documentário foi exibido na Europa e na América e em vários festivais internacionais, e foi o candidato português para indicação ao Oscar de 2012.

Além de sua exibição integral a ser realizada na Casa dos Bicos, outras bibliotecas, cineclubes e associações culturais portuguesas mostrarão a versão de 125 minutos.

Durante este ano, a Fundação também comemorou o 90º. aniversário do nascimento de Saramago e apresentou a edição bilingue luso-espanhola de A Estátua e a Pedra, texto inédito sobre a obra do Nobel, fruto de uma conferência e que foi revisado pelo próprio autor antes de sua desaparição.

A nota triste do primeiro ano de funcionamento da Fundação na Casa dos Bicos foram os atos de vandalismo que destruíram alguns painéis comemorativos situados em sua fachada, por ocasião do trigésimo aniversário da publicação de Memorial do Convento.

–– A Casa dos Bicos, na Alfama: a sede da Fundação ––

A oliveira de Azinhaga plantada em homenagem a Saramago, em frente à Casa dos Bicos, na Alfama, em Lisboa.

A Casa dos Bicos é um edifício construído no século XVI, localizado no bairro típico da Alfama, na parte antiga da cidade, próximo à Sé de Lisboa e com vista para o Rio Tejo. Ela recebeu o nome pelos “bicos” de pedra que preenchem a sua fachada.

O imóvel situava-se num espaço contíguo à muralha da Lisboa medieval, erguida durante o reinado de D. Fernando, no século XIV. Foi a moradia de D. Brás de Albuquerque, filho de D. Afonso de Albuquerque – governador das Índias, que conquistou Goa em 1510.

No recinto, estão mantidos objetos do Nobel português, tais como livros, manuscritos, fotografias e diários, muitos deles vindos da casa onde ele viveu os últimos anos de sua vida na cidade de Tías (na ilha de Lanzarote, no arquipélago espanhol das Canárias), onde ele faleceu.

Em frente ao edifício, no Campo das Cebolas, encontram-se os restos mortais do escritor junto a uma oliveira vinda da aldeia de Azinhaga, sua localidade natal no Ribatejo.  As cinzas do escritor estão ali depositadas, recobertas por terra vinda da ilha de Lanzarote.

Saramago, que nasceu em 1922 em uma família de agricultores, é considerado o expoente mais importante das letras lusas contemporâneas e é o único autor de Língua Portuguesa agraciado com o Prémio Nobel de Literatura, que ganhou em 1998.

–– Próximos eventos da Fundação José Saramago ––
No dia 25 de junho, a Casa dos Bicos acolherá a apresentação da obra completa do padre António Vieira, com a presença do escritor e ex-presidente do Centro Cultural de Belém, António Mega Ferreira.

A partir de 29 de junho, a Fundação levará o espetáculo A Viagem do Elefante a Figueira de Castelo Rodrigo (no Distrito da Guarda). A peça será representada pelo grupo ACERT, de Tondela (Distrito de Viseu, Beira Alta).

E a Fundação prepara-se para acolher, em parceria com o Centro Nacional de Cultura, o Disquiet – Programa Internacional Literário, que trará um grupo de poetas e escritores norte-americanos a Portugal para palestras e passeios literários e que ocorrerá na capital portuguesa entre os dias 30 de junho e 12 de julho.  :::

• Fundação José Saramago
Casa dos Bicos
rua dos Bacalhoeiros – Alfama
1100-135 Lisboa
De segunda a sábado, das 10 horas às 17 horas e 30. Ingresso a 3 euros (para estudantes, 2 euros).
<http://www.josesaramago.org/>

.
–– Extraído da Agência Lusa e da Agência EFE ––

*              *              *

Leia também:
Livro póstumo de José Saramago será lançado na Colômbia – 25 de março de 2013
Fundação José Saramago inaugurada na Casa dos Bicos em Lisboa – 18 de junho de 2012

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: