Articles

Congressos, fóruns e encontros internacionais – a Língua Portuguesa como Língua global

In Língua Portuguesa Internacional, Lusofonia e Diversidade on 7 de Maio de 2013 by ronsoar Tagged: , , , , , , ,

Do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da SIPLE – Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira

Diversos eventos que marcaram o Dia da Língua Portuguesa mostram o seu papel como Língua global.

Diversos eventos internacionais marcaram o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da Lusofonia ao redor do mundo. A realização de encontros, conferências e fóruns que têm a Língua “filha ilustre do Latim” como tema mostra o papel de relevo que o português, uma das Línguas mais faladas do mundo, pode apresentar no mundo em um futuro próximo, nas mais variadas áreas.

Neste artigo, o destaque será dado a três importantes eventos no continente americano: à II Conferência de Literaturas em Português, realizada na Universidade de Massachusetts em Boston, Estados Unidos; ao Fórum de Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais, reunido em Natal, Rio Grande do Norte; e ao II Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do Mercosul, em Buenos Aires, Argentina.

.

–– EUA: II Conferência de Literaturas em Português em Boston ––

.

Os escritores Dulce Maria Cardoso, João Gilberto Noll e Onésimo de Almeida participaram da II Conferência de Literaturas em Português em Boston, EUA.

Foi realizada no dia 6 de maio, em Boston, Estado de Massachusetts, a II Conferência de Literaturas em Português, intitulada Identidades e Vozes em Português: Permanência, Construção e Mudança. Do Silêncio, Memória e Perda. O evento levou os escritores portugueses Dulce Maria Cardoso e Onésimo de Almeida – este como convidado especial – ao câmpus da Universidade de Massachusetts em Boston.

Este evento, apoiado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, contou também com a presença dos escritores João Gilberto Noll, do Brasil, e Danny Spínola, de Cabo Verde, realizando-se no âmbito no Festival Português de Boston de 2013.

A conferência visava debater os conceitos modernos de uma sociedade multicultural e contribuir não só para a reflexão sobre a Língua Portuguesa nos EUA, mas também para a identificação de formas únicas de pensamento em contextos amplos, originados pela migração.

.

–– Fórum em Natal, Brasil: “Língua Portuguesa como Língua Global” ––

As relações internacionais das universidades brasileiras e os países emergentes estiveram em discussão no XXV FAUBAI – Fórum de Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais, cujos trabalhos encerraram no 1 de Maio, em Natal, com a participação de representantes de instituições de ensino superior de vários países.

A Língua Portuguesa como Língua Global foi o tema da apresentação feita por João Pignatelli, conselheiro cultural e de imprensa da Embaixada de Portugal no Brasil, em representação da presidente do Camões, I.P., Ana Paula Laborinho.   Participaram do fórum na capital do Estado do Rio Grande do Norte, no nordeste do Brasil, cerca de 300 pessoas ligadas a universidades brasileiras e de países convidados. Na edição deste ano, o FAUBAI procurou dedicar particular atenção ao papel, às possibilidades e às ações das universidades brasileiras no contexto dos países emergentes.

–– II Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do Mercosul ––

No dia 7 de maio, segunda-feira, iniciaram-se o II CIPLOM – Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do Mercosul (Mercado Comum do Sul) e o II Encontro Internacional de Associações de Professores de Línguas Oficiais do Mercosul. Ambos os eventos têm lugar na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires e serão realizados até 10 de maio.

O tema do II CIPLOM é As Línguas na Construção da Cidadania Sul-Americana e exalta o momento positivo de estabilidade política e económica da América do Sul, com a formação da Unasul – União Sul-Americana de Nações, com os avanços em escala mundial das línguas portuguesa e espanhola e com a oficialização e inclusão no ensino escolar da língua guarani no Paraguai.

A meta do evento portenho é debater as novas dimensões e possibilidades de inserção dos povos do continente para a formação de uma identidade supranacional. “Para isso, o domínio do espanhol e do português é fundamental, pois facilita o conhecimento do outro e torna possível o diálogo entre as distintas zonas e países. E mesmo assim, as línguas ameríndias constituem um vínculo importante entre populações de um e do outro lado das fronteiras dos Estados. A recente legislação que determina a inclusão das diversas línguas no sistema escolar e o desenvolvimento dos projetos de Ensino Intercultural Bilingue e Plurilingue requerem uma ampla discussão sobre as ações necessárias para que sejam postas em prática, para o qual o II CIPLOM forma um âmbito propício”, declara o comunicado no sítio oficial do congresso na Internet.

.

–– Extraído do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da SIPLE – Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: