Articles

O Ensino da Língua debatido no III Encontro Internacional do Português em Santarém

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional on 20 de Abril de 2013 by ronsoar Tagged: , , , ,

Do Instituto Internacional da Língua Portuguesa e do jornal O Ribatejo (Santarém, Portugal)

 

Entre os dias 12 e 13 de abril, ocorreu em Santarém, no Ribatejo, o III Encontro Internacional do Português e o III Simpósio Internacional de Ensino do Português, na Escola Superior de Educação de Santarém (ESES). O encontro contou com a organização conjunta da ESES e da Universidade Federal de Uberlândia (Brasil).

O evento de dois dias contou com a participação de cerca de 200 pessoas, nas instalações da ESES – aberto ao público, registou a presença de representantes da Associação de Professores de Português e das embaixadas de Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste.

Foram debatidas, através de 60 comunicações, questões acerca do Ensino de Português e do desenvolvimento de literacias em Língua e literatura nas mais variadas regiões da Lusofonia – com os professores Elisete Mesquita (do Brasil), Adelcise Ramos (de Cabo Verde) e Roberval Teixeira (de Macau, China). E também sobre o Ensino de Português como Língua Não Materna em alguns países onde o português não é Língua oficial – com os professores Alexandra Schmidt (Alemanha) e Jarna Pippo (Finlândia).

No primeiro dia, na sessão de abertura, a presidente da Associação de Professores de Português, Edviges Ferreira, salientou a importância de repensar o atual modelo de Ensino do Português nas escolas, nomeadamente, no que diz respeito às metas quantitativas e às inerentes exigências que estas metas colocam aos alunos e aos professores. A professora Edviges Ferreira falou mesmo de “um espartilhamento do professor no cumprimento de objetivos” e de metas para o Ensino Básico em Portugal que dificilmente serão exequíveis.

Foram debatidas ainda no encontro as formas de ação que procuram o aprofundamento de conhecimentos de natureza teórica sobre a Língua e a aplicação desses conhecimentos nas escolas portuguesas e europeias no quadro de uma aprendizagem centrada no estudante preconizada pelo Processo de Bolonha (o plano de integração das políticas de ensino superior no âmbito da Europa).

Também abordou-se no evento internacional de Santarém sobre o desenvolvimento de conhecimentos interdisciplinares e o uso das Tecnologias de Informação para promover o Ensino do Português. Bem como sobre os processos de desenvolvimento de competências linguísticas, tanto em domínios textuais e gramaticais como cognitivos e discursivos, no âmbito do ensino e da aprendizagem de Língua Portuguesa.

Nas instalações da ESES, foram expostos vários painéis com comunicações sobre a Língua Portuguesa e o seu ensino em Portugal e no mundo lusófono, bem como uma montra de trajos típicos e de elementos da cultura de cada país lusófono participante do encontro e do simpósio.  :::

.
–– Extraído do Instituto Internacional da Língua Portuguesa e do jornal O Ribatejo (Santarém, Portugal) ––

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: