Articles

Universidade do Minho: tese traça perfil dos tradutores portugueses

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional on 2 de Janeiro de 2013 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Do Correio do Minho (Braga, Portugal)
31 de dezembro de 2012

Fernando Ferreira Alves, professor da Universidade do Minho, traça na tese de doutoramento o perfil e perspectiva futura do sector dos tradutores portugueses, considerando que estes têm que unir-se e impor diretrizes rigorosas e consistentes para evitar a desregulação da classe e enfrentar favoravelmente o crescimento exponencial da indústria das línguas.

Com uma amostra de quase 500 profissionais do Norte de Portugal, o professor do Departamento de Estudos Ingleses e Norte-Americanos e vice-presidente do Conselho Nacional de Tradução contribui para redefinir e orientar os novos formados no mercado global.

“São incontáveis as pessoas a oferecer serviços de tradução na Lusofonia; logo, há facilmente a intrusão de elementos estranhos ao sistema. Isso impede a prestação de um serviço sério de qualidade e afeta o papel do tradutor”, diz Fernando Ferreira Alves. Acrescenta: “A tradução profissional é uma atividade transversal, estratégica, marcadamente interdisciplinas, intercultural e geradora de elevado valor económico.”

Fernando Ferreira Alves é professor-leitor do Departamento de Estudos Ingleses e Norte-Americanos, do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho.
 

A tese conclui que o tradutor-tipo português é do sexo feminino, de 21 a 30 anos, tem este trabalho como atividade principal, possui grau superior e traduz há cerca de três a cinco anos.

A maioria dos inquiridos admite ter uma boa performance [desempenho] laboral, mas mais de metade mostra a insatisfação pelo estatuto da profissão e pelo mercado nacional, além de achar que a sua imagem na sociedade é fraca e que a qualidade da tradução portuguesa é, em geral, mediana. Por outro lado, o grosso dos inquiridos reprova os níveis éticos da profissão, as condições de trabalho e a insegurança económica.  :::

.
Clique aqui para ler reportagem complementar de Nuno Passos, da Universidade do Minho, sobre a tese de doutoramento relativa ao trabalho de tradução em Portugal e na Lusofonia.

.
Universidade do Minho: Tese traça perfil de tradutores.
Extraído do Correio do Minho – seção Notícias
Braga, Portugal.
Publicado em: 31 dez. 2012.

Uma resposta to “Universidade do Minho: tese traça perfil dos tradutores portugueses”

  1. Reblogged this on zarpantee comentado:
    Belo artigo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: