Articles

Gestores lusófonos unidos pela Língua Portuguesa

In Defesa da Língua Portuguesa, Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 18 de Dezembro de 2012 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Ricardo David Lopes
do semanário Sol (Lisboa, Portugal)
10 de dezembro de 2012

Uma equipa de investigadores das Faculdades de Economia da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade Agosrinho Neto, de Luanda, realiza trabalho internacional de pesquisa de práticas de gestão das organizações de Língua Portuguesa.
Uma equipa de investigadores das Faculdades de Economia das universidades Nova de Lisboa e Agostinho Neto [de Luanda] quer perceber as semelhanças e as diferenças nas práticas de gestão nos países lusófonos. As pesquisas estão já em curso em Portugal e Angola e visam, no final, fornecer ferramentas para melhorar a gestão “em português”.

Em declarações ao Sol, Miguel Pina e Cunha, presidente do Conselho Científico da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e líder deste projeto, explica que o objetivo é “obter informação sistemática sobre práticas de gestão no mundo lusófono”. Os resultados, adianta, permitirão “equipar os gestores e decisores com conhecimento que possa ajudar a melhorar a ação de gestão no mundo das organizações que comunicam em português”.

O trabalho liderado por Miguel Pina e Cunha visa ajudar a melhorar as práticas de gestão das organizações que comunicam em português.

O trabalho liderado por Miguel Pina e Cunha visa ajudar a melhorar as práticas de gestão das organizações que comunicam em português.

A investigação inclui entrevistas a gestores “com experiência de trabalho em pelo menos dois países que falem português”, mas poderá alargar-se a políticos. “A gestão de organizações políticas ou de instituições estatais é certamente relevante para este projeto”, afirma, adiantando que serão ouvidos responsáveis quer de empresas públicas, quer privadas, que têm “objetivos diferentes que procuram alcançar em contextos diferentes”. “Conhecer os desafios particulares com que se confrontam e as especificidades culturais e institucionais tem o maior interesse para o projeto”, diz.

–– Há um mês no terreno ––
O estudo arrancou há cerca de um mês e envolve, por agora, quatro investigadores da Nova e dois da Agostinho Neto, mas estará no terreno “o tempo que for necessário” para a recolha da informação que servirá de base às conclusões. “Pretendemos publicar os resultados em revistas científicas internacionais, com critérios de qualidade apertados”, garante Pina e Cunha, que, no final dos trabalhos, quer conhecer os fatores que podem diferir nas lideranças que existem nos diferentes países.

“Investigação recente revela que muito tem que ser feito para melhorar a qualidade geral da gestão em países como Portugal ou Brasil”, pelo que uma das metas dos investigadores, adianta o professor – que periodicamente leciona na Angola Business School [a Escola de Negócios de Angola], o “braço” da Nova em Angola –, é “perceber como se poderá melhorar a gestão, compreendendo as razões que sustentam as más práticas”.

E dá exemplos. “Em Portugal, é significativa a dificuldade em lidar assertivamente com problemas de gestão de desempenho. Porquê?”, questiona. Outro aspecto que importa entender é “a dificuldade em planear e respeitar os planos. Essa dificuldade estimula a improvisação, o ‘jeitinho’ ou o desenrasque”, alerta o académico, que pretende encontrar “explicações mais sofisticadas para a emergência de práticas culturais para lá das explicações mais comuns”.  :::

.
LOPES, Ricardo David. Gestores unidos pelo Português.
Extraído do semanário Sol (Lisboa, Portugal).
Publicado em: 10 dez. 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: