Articles

Politécnico de Macau quer formar tradutores de literatura

In Defesa da Língua Portuguesa, O Mundo de Língua Portuguesa on 11 de Novembro de 2012 by ronsoar Tagged: , , , , ,

Hélder Beja
do jornal Ponto Final (Macau, China)
6 de novembro de 2012

Lei Heong Iok anunciou a criação do Centro Pedagógico e Científico de Português no Instituto Politécnico de Macau.

O presidente do Instituto Politécnico de Macau (IPM), Lei Heong Iok, admitiu que faltam mais tradutores capazes de verter textos literários entre as línguas chinesa e portuguesa, e espera que a instituição de ensino que dirige possa ajudar a colmatar essa lacuna.

“Amanhã [dia 6 de novembro] vamos anunciar a criação do Centro Pedagógico e Científico de Português. Este centro vai trabalhar nas áreas de ensino, área de formação, área de preparação de materiais e também área de tradução. Concordo [que faltam tradutores de literatura] e vamos trabalhar nesse sentido”, disse Lei Heong Iok ao Ponto Final durante uma sessão de apresentação de livros editados pelo IPM.

No dia 5 de novembro, ocorreu a II Conferência do Fórum de Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões da Língua Portuguesa, durante o qual houve o anúncio da nova unidade dedicada à Língua Portuguesa, cujo ato contou com a presença do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura da Região Administrativa Especial de Macau, Cheong U.

“Isto mostra não só resultados do nosso trabalho mas também a nossa determinação de continuarmos, o IPM, nesta área”, acrescenta o responsável. Para melhorar a qualidade dos profissionais da Língua, em especial no campo da tradução, o IPM vai trabalhar “em conjunto com as universidades chinesas de Cantão, Pequim e Xangai”, avança. “O IPM está nessa longa marcha, quer fazer mais e melhor. Não só para a Língua e a cultura, mas também para a amizade e o desenvolvimento económico entre a China e a Lusofonia.”


 

No dia anterior, foi apresentada a tradução para chinês do livro Helena, do brasileiro Machado de Assis (1839-1908). Li Fei, da Escola Superior de Línguas e Tradução do IPM, é o autor da tradução. Helena, publicado em 1876, é também editado pelo Politécnico de Macau e representa a vontade da instituição de traduzir mais livros de ficção.

Foi ainda apresentada ontem a obra Atas do 1º. Fórum Internacional de Língua Portuguesa na China, livro que regista a celebração dos 50 anos do curso de licenciatura em Língua Portuguesa na Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim. Em agosto do ano passado, professores de 13 universidades reuniram-se na capital chinesa para celebrar a efeméride.

.
BEJA, Hélder. IPM quer formar tradutores de literatura.
Extraído do jornal Ponto Final (Macau, China).
Publicado em: 06 nov. 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: