Articles

O Português não é uma Língua rara – Paulo Pisco

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 24 de Outubro de 2012 by ronsoar Tagged: , , , ,

Da TVI (Portugal)
22 de outubro de 2012

O deputado português Paulo Pisco contestou na imprensa francesa declaração da ministra Geneviève Fioraso de que considerava a Língua Portuguesa uma “língua rara”.
 

:::  Ministra francesa declarou na imprensa que o português não precisa ser ensinado nas universidades do país por ser uma “língua rara”.  :::
:::  A declaração da ministra francesa foi contestada pelo deputado português Paulo Pisco  :::

.

O deputado socialista português da Assembleia da República, Paulo Pisco, contestou hoje que o português possa ser considerado uma língua “rara”, como afirmou Geneviève Fioraso, ministra francesa do Ensino Superior, para defender que não é “indispensável” que esteja em todas as universidades.

Em uma carta publicada no sítio do jornal Mediapart, com versões em francês e português, Paulo Pisco, deputado socialista eleito pelo círculo da Europa, insurge-se contra as declarações, feitas em agosto, da ministra Geneviève Fioraso, em entrevista ao mesmo órgão de comunicação social, contrapondo que o português é uma língua atualmente falada por mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo.

“São declarações que revelam um misto de preconceito e de desconhecimento da Língua e da cultura portuguesa e apenas confirmam as dificuldades que lhe têm sido criadas no sistema de ensino francês nos últimos anos, não obstante haver uma procura cada vez maior do português, o que é um indicador que não deveria de ser negligenciado”, sustenta Paulo Pisco.

Além de lembrar que o português é a terceira língua europeia mais falada no mundo, o deputado destaca que em todos os continentes se fala português, o que não acontece com quase nenhuma outra língua.

Pisco recorda, por outro lado, a relação “fraterna indestrutível” entre Portugal e a França, que, segundo ele, leva os portugueses radicados naquele país a cantarem A Marselhesa com o mesmo fervor com que cantam o hino nacional, A Portuguesa, em um gesto que revela a ligação profunda que os une ao país que escolheram para viver.

“Não investir e valorizar adequadamente o português nos vários níveis de ensino, que efetivamente está presente em muitas universidades francesas, não será a melhor opção para a França, porque estará assim a desperdiçar um importante instrumento da sua afirmação no mundo globalizado em que hoje vivemos”, adianta o deputado.

Na resposta à ministra Fioraso, intitulada “O Português não é uma Língua rara” [transcrita abaixo], Paulo Pisco sugere que a França devia dar à Língua Portuguesa a importância que realmente tem, em vez de a desvalorizar.

“Seria um gesto que demonstraria visão, que honraria a nossa longa e forte amizade e seria um merecido reconhecimento para com as várias gerações de portugueses que sempre deram o seu melhor pela França”, conclui o eurodeputado português. :::

.
Ministra francesa diz que português é uma língua «rara».
Do sítio de notícias da TVI – seção Sociedade (Portugal).
Publicado em: 22 out. 2012.

*              *              *

–– O Português não é uma Língua rara ––

Paulo Pisco
Do jornal em linha Mediapart (França)
22 de outubro de 2012

A mensagem de resposta do deputado Paulo Pisco foi publicada em francês e em português no jornal em linha Mediapart, da França. Para Pisco, a Língua Portuguesa “ocupa por direito próprio um lugar muito importante de Língua global, com relevância estratégica e com projeção no futuro”.
 

.
Na geografia e na aritmética das Línguas, o Português é uma Língua de uma imensa riqueza, atualmente falada por mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo. Ocupa por direito próprio um lugar muito importante de Língua global, com relevância estratégica e com projeção no futuro. Não é uma Língua de emigração, como pensarão algumas mentes preconceituosas ou pouco informadas. Pelo contrário, possui um elevado potencial económico e cultural, não apenas para Portugal, mas também para a França.

São surpreendentes, por isso, as declarações da Ministra da Investigação e do Ensino Superior, Geneviève Fioraso, que numa recente entrevista publicada por Mediapart em 31 de agosto passado, considerou o Português uma Língua “rara” que não é “indispensável” que esteja em todas as universidades. São declarações que revelam um misto de preconceito e de desconhecimento da importância da Língua e da cultura portuguesa e apenas confirmam as dificuldades que lhe têm sido criadas no sistema de ensino francês nos últimos anos, não obstante haver uma procura cada vez maior do Português, o que é um indicador que não deveria ser negligenciado.

A ministra Fioraso, ao considerar “rara” a Língua de Fernando Pessoa e Saramago, poderia ter pensado não apenas na vastíssima comunidade portuguesa que está espalhada por toda a França, mas também que é a terceira Língua europeia mais falada no mundo, e que é falada em todos os continentes, o que não acontece com quase nenhuma outra língua. O Português é falado na Europa, na América, em África, na Ásia e na Oceânia, no Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Timor-Leste, em Macau ou ainda em Goa, Damão e Diu, na Índia, onde existem resquícios.

A Senhora Ministra poderia ter pensado no profundo legado cultural português que vai do Japão ao Canadá, do Sri Lanka ao Uruguai. Poderia ter pensado na crescente importância da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que tem 12 países de todas as partes do globo que querem ser membros associados, entre eles destaque para a Indonésia, Venezuela ou Marrocos. O Senegal ou as Maurícias, por exemplo, já são membros associados.

Portugal e a França têm uma relação fraterna indestrutível. São países irmãos, tão forte, presente e entrosada está a comunidade portuguesa em França. Os Portugueses em França cantam A Marselhesa com o mesmo fervor com que cantam o hino nacional, A Portuguesa, num gesto de sincera amizade a aceitação para com um grande país que escolheram para viver. Existem, além disso, semelhanças notáveis entre os dois hinos.

Não investir e valorizar adequadamente o Português nos vários níveis de ensino, que efetivamente está presente em muitas universidades francesas, não será a melhor opção para a França, porque estará assim a desperdiçar um importante instrumento da sua afirmação no mundo globalizado em que hoje vivemos. Com efeito, as várias gerações de portugueses bem colocados em empresas de todos os setores de atividade e na Administração, constituem um ativo fundamental para reforçar os laços entre e França e outros países, facilitando os negócios e a cooperação.

Seria importante, por isso, que, ao invés de ser desvalorizada, fosse reconhecida à Língua Portuguesa a importância que realmente tem. Seria um gesto que demonstraria visão, que honraria a nossa longa e forte amizade e seria um merecido reconhecimento para com as várias gerações de portugueses que sempre deram o seu melhor pela França.

.

          :::  Paulo Pisco, deputado do Partido Socialista na Assembleia da República.  :::

.
PISCO, Paulo. O Português não é uma Língua rara.
Extraído do jornal em linha Mediapart (França).
Publicado em: 22 out. 2012.

*              *              *

.
Leia também:
França quer acabar com o Ensino do Português nas universidades? – 06 de setembro de 2012

Uma resposta to “O Português não é uma Língua rara – Paulo Pisco”

  1. Portugues uma língua rara? O portugues é quinta língua mais falada no mundo e a segunda no twitter! É ignorância grande demais para pessoa com este nível!
    Agostinho Fernandes- Caldas da Rainha-Portugal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: