Articles

Preparando o Português para ser a “Língua da ciência”

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional on 23 de Setembro de 2012 by ronsoar Tagged: , , , , , ,

Ronaldo Santos Soares
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Universidade de São Paulo


Há cerca de duas semanas, na sede das Nações Unidas, em Nova York, o ex-presidente da República de Cabo Verde, Pedro Pires, declarou: “O trabalho a ser feito é fazer da Língua Portuguesa, para além de uma língua de cultura, uma língua de ciências e de tecnologia.”

A quinta língua mais difundida no mundo e a quarta língua de maior uso na Internet merece receber tratamento de Língua preparada para falar sobre ciência. Não somente sobre ciência, mas sobre todos os ramos do conhecimento humano.

É neste ponto que entra a importância de um trabalho ao qual não se dá muita dimensão quando se trata da Língua Portuguesa: o trabalho de pesquisa terminológica para as áreas de especialidade. Um ramo da linguística aplicada que ganhou cada vez mais importância nestas últimas três décadas, para dotar as línguas, em tempos de rápidas mudanças, de meios para expressão das novas noções que surgem com o avanço da tecnologia. Mais ainda agora, nesta década e meia de advento da “globalização” e da comunicação instantânea mais intensificada entre continentes.

O trabalho de pesquisa, de seleção ou de criação de termos, é uma função de caráter científico da Língua. Mais do que nunca, há a necessidade de compilar e divulgar listas dos termos mais adequados para expressar e transmitir os conceitos das novas técnicas: uma tarefa enriquecedora da Língua, universalizante, sob medida para seu uso formal em códigos e leis, em artigos científicos, em normas de padronização técnica, em eventos de organismos internacionais.

Os profissionais das áreas mais diversas sempre vão precisar de instrumentos e materiais novos e atualizados para aperfeiçoar seu trabalho e para dominar novos processos. Com a Língua, para essa função, ocorre a mesma coisa: sempre serão necessários produtos atualizados, vindos das pesquisas terminológicas, para bem definir, ensinar e transmitir esses novos processos.

Trata-se de dicionários – monolíngues e os de mais de uma língua, para tradução –, de glossários técnicos para consulta, de guias para tradução, entre outros, fundamentais para adaptar a Língua aos novos tempos e aos novos saberes.

E todos esses materiais devem tanto ser usados pelos profissionais técnicos quanto pelos grandes canais de comunicação e de mídias e, por fim, pelas milhares de pessoas utentes da Língua que formam o grande público a ter contacto, no futuro, com as novas técnicas.

Assim como a Língua Portuguesa do mundo precisa de um Vocabulário Ortográfico Comum, ela requer um vocabulário técnico e científico, para a difusão das pesquisas científicas e para o ensino das mais recentes tecnologias.

Consiste, sim, em um trabalho de prescrição lexical, para que se forme a adequada linguagem em português, com palavras amoldadas à grafia, à fonética e ao espírito da Língua, que sejam válidas e aceitas em todo o mundo lusófono, para expressar conceitos das tecnologias de ponta, da informática, da economia e dos negócios, da química, da engenharia, das indústrias, dos setores que comandarão os próximos séculos.

–– Um órgão para complementar o vocabulário português ––
Para tornar o português uma Língua respeitável de expressão das ciências, é necessário que haja um órgão voltado para a pesquisa terminológica e para a divulgação de seus trabalhos com caráter permanente. A exemplo do que já existe de instituições equivalentes para a língua francesa, a língua espanhola, para o galego e para outras até com menor número de falantes e restritas geograficamente, como o norueguês e o catalão.

Deve-se registar aqui o importante trabalho iniciado pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), de Portugal, na catalogação de termos para as áreas ligadas às Tecnologias da Informação. Serve como referência e exemplo para tal missão de maior magnitude para o mundo que fala português.

Mas, quem poderia guiar esse trabalho de escala internacional para a Língua? O Instituto Internacional da Língua Portuguesa – que, aliás, empreende o trabalho da elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum? Um órgão aos cuidados dos Ministérios da Educação sob a égide da CPLP? A junção das Academias de Letras da Lusofonia? Um polo de instituições universitárias e académicas ligadas ao estudo da Língua?

Outros benefícios do trabalho de complemento do vocabulário do português aparecerão na publicação de mais artigos científicos na Língua, na maior difusão de publicações voltadas às áreas técnicas, no uso académico da Língua para os círculos de ensino técnico e para as universidades, na disponibilidade de materiais terminológicos em português e de qualidade, e na mais eficiente tradução das novas técnicas do exterior para a Língua Portuguesa.

–– Português: uma Língua mundial para expressar todo o conhecimento ––
Essa não é uma tarefa de um dia, embora seja “para ontem”. Ela é necessária para a boa projeção da Língua “filha ilustre do Latim” nos campos da ciência.

Não nos referimos aqui a uma Língua apenas de conversação, para música, poesia e arte; de uma língua exótica e de deslumbramento, dividida, com vertentes aqui e ali. É uma visão reduzida e passadista, se comparar com a influência que a Língua Portuguesa exerceu historicamente nos cinco continentes. A Língua Portuguesa – a que o oceano une em vez de separar – deve mostrar-se capaz de expressar todos os ramos do saber humano.

Língua é uso e história, é a junção do presente e do passado. Vamos pesquisá-la, com seus meios, para torná-la também a Língua do futuro. Veio para nossa geração a oportunidade da construção conjunta do vocabulário português das tecnologias do século XXI em diante, para seu uso em âmbito mundial – razão de existir do conceito de Lusofonia.

.
Postado por Ronaldo Santos Soares – Defesa da Língua Portuguesa
Publicado em: 23 set. 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: