Articles

Livro sobre Agostinho Neto será lançado na sede da CPLP em Lisboa

In Língua Portuguesa Internacional, Lusofonia e Diversidade on 17 de Setembro de 2012 by ronsoar Tagged: , , , ,

Da Agência AngolaPress
15 de setembro de 2012

Agostinho Neto será homenageado com lançamento de livro na sede da CPLP.

Um livro sobre o primeiro presidente angolano, António Agostinho Neto (1922-1979), baseado em arquivos da então polícia secreta do regime colonial português (PIDE-DGS) –(1)–, será lançado na próxima terça-feira, em Lisboa, na sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Uma nota de imprensa do Secretariado-Executivo da CPLP indica que o lançamento da obra, intitulada Agostinho Neto e a Luta de Libertação de Angola, 1949-1974, Arquivo PIDE-DGS, está a cargo da Casa de Angola de Lisboa, visando assinalar o seu 90º. aniversário natalício.

O livro retrata a personalidade político-cultural de Agostinho Neto em mais de quatro mil páginas, subdivididas em cinco volumes, referentes aos períodos de 1949-1960, 1961-1967, 1968-1970, 1971-1972 e 1973-1974, em uma iniciativa da Fundação Agostinho Neto com a colaboração dos Arquivos do Tombo (Portugal) –(2)–, depositários de informações da PIDE-DGS.

Ainda no quadro do 90º. aniversário de Agostinho Neto – nascido a 17 de setembro de 1922, em Kaxicane –(3)– –, está prevista em Portugal a deposição de uma coroa de flores no sarcófago de Agostinho Neto, na Embaixada de Angola, bem como a realização de um colóquio na cidade do Porto, a recitação de poemas e trova e uma corrida pedestre.

Organizado pelo Consulado-Geral de Angola no Porto, o colóquio sob o lema “Honremos o Legado de Neto, Combatendo a Fome e a Pobreza”, terá como preletor o professor de Literaturas Africanas na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Pires Laranjeira.

.
–– Extraído da Agência AngolaPress ––

*               *               *

O Palácio Conde de Penafiel é a sede da Comunidade dos Países
de Língua Portuguesa (CPLP) em Lisboa.

 

–– Notas ––
–(1)–  A PIDE (Polícia Internacional e de Defesa do Estado) foi a polícia política de repressão e de segurança e do regime salazarista do Estado Novo, criada em 1945. O órgão teve como campo de atuação inicial o território metropolitano de Portugal e, a partir de 1954, também passou a agir como polícia colonial nas então Províncias do Ultramar. Em 1969, o órgão teve o nome substituído por DGS (Direção-Geral de Segurança) e foi extinto com a Revolução dos Cravos, de 25 de abril de 1974.

–(2)–  O Arquivo Nacional da Torre do Tombo é o arquivo central de leis, decretos e documentos históricos do Estado português, com registos desde a Idade Média. Criado em 1387, é uma das mais antigas instituições públicas de Portugal.

–(3)–  Kaxicane é uma aldeia localizada no município de Icolo e Bengo, na província do Bengo, a 60 quilômetros a leste de Luanda.

.
• Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)
Palácio Conde de Penafiel
Rua de São Mamede, 21, 1100-533, Lisboa
(próximo à Sé Catedral de Lisboa).
<http://www.cplp.org>

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: