Articles

Guiné-Bissau terá sua primeira biblioteca pública

In Defesa da Língua Portuguesa, O Mundo de Língua Portuguesa on 13 de Agosto de 2012 by ronsoar Tagged: , , ,

Entrevista a Adriano Salgueiro
da RFI – Rádio França Internacional
10 de agosto de 2011

A capital da Guiné-Bissau passará a contar, em breve,
com uma biblioteca pública.

 

Em Bissau, a primeira biblioteca pública vai nascer dentro de três semanas. Este feito será realizado graças à Associação Afectos com Letras: a organização promoveu uma campanha de coleta de livros que arrecadou 13 mil livros em Portugal.

Será a primeira vez que uma biblioteca pública vai abrir as suas portas na capital da Guiné-Bissau. O projeto levado a cabo pela associação sediada em Pombal – situada no Distrito de Leiria, em Portugal – deverá estar a funcionar até ao final do mês de agosto.

Este feito foi realizado graças ao apoio da Associação Afectos com Letras, da rede de bibliotecas de Pombal, das bibliotecas escolares e do Instituto Politécnico Benhoblô em Bissau.

O projeto da biblioteca guineense está a cargo da Associação Afectos com Letras, de Portugal.
 

Em entrevista realizada por Adriano Salgueiro, da RFI, a presidente da associação, Joana Benzinho relembrou que o trabalho vai ser árduo e feito por “apenas” cinco voluntários.

“Foi o resultado de um trabalho de vários meses. Começou em dezembro com a nossa missão em Bissau. Tivemos uma reunião com a ministra da Educação, que nos entusiasmou e nos pediu para fazermos esta biblioteca. Lançamos uma campanha de recolha de livros: juntamos a Biblioteca Municipal de Pombal, redes de bibliotecas escolares, câmaras que se juntaram a nós, particulares e outras bibliotecas, e conseguimos juntar um fundo documental a favor, de 13 mil livros. A adesão foi enorme por toda a gente, escolas que foram a nós, crianças foram doar os seus livros. Fizemos uma campanha que correu muito bem.”

Joana declarou que o trabalho de organização da biblioteca guineense não sofrerá influências da situação de instabilidade política do país.

“Creio que não vai afetar de maneira nenhuma, porque este é um projeto que nós estamos a fazer com parceiros locais. Temos o Instituto Benhoblô, que vai ficar instalado lá na biblioteca, que está a nossa espera, que nos acolheu de braços abertos e está a criar as condições todas para que funcione.”

De referir que a Associação Afectos com Letras, que nasceu em setembro de 2009, é uma associação para o desenvolvimento pela formação, pela saúde e pela educação, que tem como missão melhorar as condições de vida das crianças da Guiné-Bissau.

.
Ouça a entrevista de Joana Benzinho feita a Adriano Salgueiro, da RFI – Rádio França Internacional.

.
SALGUEIRO, Adriano. Guiné-Bissau vai acolher biblioteca pública.
Extraído da RFI – Rádio França Internacional – Paris, França.
Publicado em: 10 ago. 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: