Articles

Seminário sobre a Língua Gestual Angolana

In Lusofonia e Diversidade, O Mundo de Língua Portuguesa on 25 de Julho de 2012 by ronsoar Tagged: , , ,

Da Rádio Nacional de Angola, da Agência AngolaPress e do Ministério da Educação (Angola)
20 de julho de 2012

O Ministério da Educação de Angola promoverá, entre julho e agosto, um Seminário sobre a Língua Gestual Angolana.
 

O Ministério da Educação, através do Instituto Nacional para a Educação Especial, realizará de 23 de julho a 17 de agosto, o Seminário Nacional de Linguagem Gestual Angolana e Comunicação Bilateral, apurou a Rádio Luanda.

A atividade terá como objetivo capacitar os professores e dotá-los de conhecimentos que permitam eliminar as barreiras na comunicação com os alunos com deficiência auditiva, permitindo o intercambio de informação fluida e ampla para garantir a aprendizagem efectiva dos alunos.

O ato de abertura ficou a cargo da vice-ministra da Educação para o Ensino Geral e Ação Social, Ana Paula Inês Ndala.

Segundo os organizadores, o seminário, bem como os eventos de educação especial realizados no país, vão no sentido de uniformizar um código de comunicação para os deficientes auditivos das províncias de Angola.

Cursos de capacitação na Língua Gestual

Ana Paula Inês Ndala participou da abertura do Seminário da Língua Gestual Angolana.

Em aplicação oficial desde 2003, as políticas feitas para o estudo e a promoção da Língua Gestual Angolana dotaram-na de um dicionário próprio e de um disco de vídeo ensinando 800 palavras na língua, além de uma versão do Hino Nacional. Está em estudos o desenvolvimento de uma gramática para a língua de sinais de Angola.

Nos últimos cinco anos, o Ministério da Educação angolano promoveu três cursos de formação e capacitação de professores em Língua Gestual Angolana. O país já conta com mais de cem professores para o ensino dessa língua.

.
No último curso de capacitação realizado em abril em Luanda, a diretora nacional do Ensino Especial, Maria de Lourdes Franco, disse à Agência AngolaPress que a Língua Gestual Angolana é a língua natural de angolanos com surdez e que, como tal, deve ser usada tanto na comunicação do dia a dia quanto no processo de ensino e aprendizagem dos alunos com surdez.

.
“A educação inclusiva impõe-nos desafios pedagógicos que passam pela garantia de condições técnico-materiais e humanas que permitam o acesso, a permanência e o término escolar com sucesso para todos os alunos sem exceção”, disse Maria de Lourdes Franco.

Encontro de Educação Especial: uma mais-valia para a unificação

Vista de Ondjiva, capital da província do Cunene, no sul de Angola.

 

Entre os dias 16 e 17 de junho, realizou-se o primeiro Encontro Metodológico sobre Educação Especial, na cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene (no sul de Angola, fronteiriça à Namíbia).

Os deficientes auditivos e visuais participantes do evento afirmaram que o evento era uma mais-valia para a edificação e a unificação da linguagem gestual em nível nacional.

Em declaração à Agência AngolaPress, Roberto Pascoal, deficiente auditivo, disse que o encontro foi uma grande valia, uma vez que permitiu debater vários aspectos e que de certa forma vão ajudar a atual situação dos deficientes angolanos, desde os surdos até os cegos e pessoas com deficiência mental.

Segundo disse, com a realização deste evento, será possível iluminar certas barreiras e problemas junto da sociedade, sobretudo no atendimento a deficientes, bem como a legalização da Língua Gestual Angolana.

Para Marisa Tavares, a troca de experiência vai trazer benefícios de expandir a informação da existência do ensino especial.

Já a estudante universitária Silvia Almeida disse que a realização desse evento demonstra o que o Governo angolano tem feito em relação às pessoas com necessidades educativas especiais, uma vez que vai contribuir para o aperfeiçoamento da educação empregadora e na sensibilização para a criação de uma sociedade inclusiva.

Os participantes saudaram ainda o Ministério da Educação e o Governo da Província do Cunene pela realização do primeiro encontro nacional metodológico de educação especial, para unificação da modalidade e da Língua Gestual Angolana em todas as províncias de Angola.

.

— Extraído da Rádio Nacional de Angola, da Agência AngolaPress e do Ministério da Educação (Angola) —

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: