Articles

Parceria entre universidades para promover cultura portuguesa na China

In Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 25 de Julho de 2012 by ronsoar Tagged: , ,

Da Agência Lusa

Um acordo de promoção da língua e da cultura portuguesa na China foi assinado na sede da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.
 

Foi firmada, no dia 24 de julho, uma parceria para promover ações culturais, educativas e científicas por universidades e outras instituições portuguesas na Republica Popular da China. O acordo foi assinado na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A parceria envolve ainda o Instituto Camões e várias universidades portuguesas, visando uma colaboração “coordenada e otimizada” para a promoção da língua e da cultura portuguesas na China.

No âmbito do protocolo, os parceiros vão trocar informação regular sobre as atividades que desenvolvem naquele país, em articulação com as universidades e instituições chinesas.

O acordo prevê o reforço e consolidação das ações de cooperação com as universidades chinesas, a realização de cursos e outras atividades formativas dirigidas sobretudo a docentes chineses, e a investigação sobre o ensino e aprendizagem da Língua Portugesa como língua estrangeira na China.

Também visa criar guias e manuais direcionados aos professores sobre a metodologia de ensino do português naquele país, o apetrechamento bibliográfico de instituições do ensino superior e de investigação na China, e a criação de um sítio na Internet que apoie as atividades de formação de docentes chineses.

O acordo visa promover cooperação cultural com universidades chinesas
e divulgar a Língua e a cultura portuguesas na China.

 

Estiveram na assinatura do protocolo na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, os reitores da Universidade de Lisboa, António Sampaio da Nóvoa; da Universidade do Minho, António Cunha; da Universidade de Aveiro, Manuel Assunção; e da Universidade Nova de Lisboa, António Rendas; além dos presidentes do Instituto Politécnico de Leiria, Nuno Mangas Pereira; e do Instituto Camões, Ana Paula Laborinho. A Fundação Calouste Gulbenkian foi representada pelo presidente, Artur Santos Silva, e por um dos seus administradores, Eduardo Marçal Grilo.

.
— Extraído da Agência Lusa —

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: