Articles

Aumenta a demanda pela Língua Portuguesa nos EUA

In Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 11 de Julho de 2012 by ronsoar Tagged: , ,

:::  As universidades lutam para se adaptar ao afluxo de aprendizes  :::

Da revista Language Magazine (Califórnia, EUA).

Dartmouth Hall, sede dos Estudos de Língua Portuguesa da Faculdade de Dartmouth, no Estado de Nova Hampshire (nordeste dos EUA).

Embora os departamentos de línguas tenham encolhido de tamanho ou sido inteiramente cortados das universidades dos Estados Unidos, a demanda pela Língua Portuguesa está crescendo. Apesar de o português sempre ter sido uma importante língua mundial, só recentemente foi reconhecido como uma importante língua para os negócios e para as relações internacionais.

O perfil do estudante de Língua Portuguesa de hoje é bem diferente dos de especialistas em humanidades, de amantes da música brasileira ou de aprendizes com herança cultural de antepassados. O estudante de hoje está interessado na Língua Portuguesa como um meio para prosperar no mundo dos negócios.

Carlos Minchillo: “Alguns estudantes de português dos EUA querem até morar e trabalhar no Brasil”.
 
 

Na Faculdade de Dartmouth [situada no Estado de Nova Hampshire], o professor associado de Língua Portuguesa, Rodolfo Franconi, atribui o aumento do interesse pelo português a dois fatores: “Primeiro, saber apenas o espanhol limita-lhes a trabalhar apenas em um lado da América Latina e, bem agora, o lado brasileiro está se tornando mais atraente. E, segundo, o aumento do interesse nos países ‘emergentes’ da parte das nações mais ricas – em especial, o interesse dos Estados Unidos pelo Brasil.”

Outros estudantes têm esperança de uma colocação confortável no estrangeiro em uma metrópole lusó-fona, como São Paulo ou Luanda. O professor assis-tente da Faculdade de Dartmouth, Carlos Minchillo, explica: “A consequência do desempenho econômico do Brasil nos últimos anos e eventos futuros a serem sediados no Brasil, tais como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, é de termos mais estudantes que escolhem o português por motivos profissionais. Alguns deles estão até ansiosos para morar e trabalhar no Brasil.”

Faltam materiais específicos para níveis mais avançados
Enquanto a demanda pela formação em Língua Portuguesa continua a crescer, o mesmo ocorre com a demanda por materiais que ensinam o português para finalidades especiais, como o Português para Negócios. O mercado ainda tem de acompanhar o afluxo dos estudantes de Língua Portuguesa.

Cresceu nas universidades dos EUA a demanda por estudos de Língua Portuguesa para Negócios.

O professor Franconi aponta para o facto de que, enquanto há um material mais dinâmico para os iniciantes, os livros de texto mais avançados deixam muito a desejar, e “considerando só os materiais para finalidades específicas, como para a indústria do petróleo, apenas compêndios de introdução, livros de referência e dicionários especializados estão disponíveis”. A falta de material adequado para os níveis intermediário e avançado deixa uma lacuna no mercado que tem, ainda, de chamar a atenção das editoras. À medida que mais estudantes esforçam-se rumo à fluência em Língua Portuguesa, a necessidade de novos materiais continua a aumentar.

As universidades admitem que estão tendo dificuldades em se adaptar ao aumento do interesse pelo português. No outono passado, o jornal Yale Daily News [da Universidade Yale, de New Haven, Estado de Connecticut] registrou: “Com o Brasil tornando-se uma potência econômica global, cada vez mais estudantes estão se inscrevendo em ‘Português Básico’, mas o programa bem pequeno de Yale não tem professores em número suficiente para acompanhá-los — nem de meios para contratar novos.”

Muitas universidades têm somente um ou dois professores de português, o que torna difícil o seguimento da Língua Portuguesa para um estudante de graduação e especialmente desafiadores os estudos de português para pós-graduados. Sem constantes ofertas de cursos em português, os próprios estudantes pós-graduados acabam preenchendo as lacunas de seus requisitos com cursos de espanhol ou de outras disciplinas.

Imersão em Língua Portuguesa

As metrópoles dos países lusófonos – como
São Paulo – são destinos muito procurados no exterior por estudantes universitários de Português para Negócios.
 
 

Os programas de imersão em português exercem um papel importante na educação dos aprendizes da Língua e, sem sombra de dúvidas, o Brasil é o mais popular dos destinos lusófonos. Os estudantes procuram por cursos particulares da Língua para os estudos de verão e por oportunidades de aprendizagem de serviço comunitário em uma das diversas regiões do Brasil. As faculdades estão moldando parcerias com centros binacionais e universidades para levar legiões de estudantes a um aprendizado mais avançado da Língua.

Em algumas universidades, a imersão é uma característica obrigatória para o programa de Língua Portuguesa. Na Faculdade de Dartmouth, por exemplo, os estudantes fazem o Português Intensivo 1 no câmpus e vão ao Brasil para os cursos de Português Intensivo 2 e 3 e para outros cursos necessários que satisfaçam os requisitos de língua estrangeira. Os estudantes completam o requisito exigido em apenas dois trimestres.

As escolas de línguas no Brasil têm aumentado a marcha para atender às demandas de estudantes internacionais. Mônica Szwarc, diretora brasileira do curso de inglês Bridge, admirou-se em ver como a atividade de ensino tem mudado no Brasil.

“O interesse na Língua para Negócios tem sido a área de maior crescimento; poderíamos estimar que os números têm triplicado”, observou Mônica Szwarc. “A maioria são de companhias de petróleo e gás e de pessoas que chegam para trabalhos relacionados à Copa do Mundo de 2014 no Brasil e aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.”

Com tanto a olhar adiante no mundo de língua portuguesa, não é de se admirar que a demanda pelo português esteja ultrapassando a oferta nos EUA. Até aqui, os estudantes não estão se lamentando por terem de gastar tempo na terra do samba e das churrascarias para cumprir os seus requisitos de linguagem. Faz parte do encanto da Língua Portuguesa.

(Tradução de Ronaldo Santos Soares.)

.

U.S. demand for Portuguese increasing.
Da revista Language Magazine (Califórnia, EUA)
Publicado em: abril de 2012.

Uma resposta to “Aumenta a demanda pela Língua Portuguesa nos EUA”

  1. O Brasil tem sido realmente um grande atrativo para se aprender a Língua Portuguesa, por isso estão surgindo muitos cursos especializados no ensino de português para estrangeiros, como o Vila Brasil (www.cursovilabrasil.com.br), localizado em Brasília, uma das poucas cidades que abriga uma universidade que forma professores especificamente para essa área (Curso de Letras – Português do Brasil como Segunda Língua).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: