Articles

Colóquio do IILP em Luanda sobre a Língua Portuguesa nas Organizações Internacionais – (I)

In Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 7 de Julho de 2012 by ronsoar Tagged: , , , ,

do Blogue do IILP
Instituto Internacional da Língua Portuguesa


O Colóquio de Luanda com o tema “A Língua Portuguesa nas Organizações Internacionais“, promovido pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), teve início no dia 3 de julho.

.

.

A abertura foi presidida pelo secretário de Estado das Relações Exteriores de Angola, Rui Mangueira, que afirmou que a presença internacional do português, através de uma participação mais ativa dos países da CPLP em várias instâncias internacionais, tem contribuído para a crescente afirmação e expansão da língua no plano mundial.

.

 

A mesa da abertura foi moderada pela presidente do Conselho Científico do IILP, a professora cabo-verdiana, drª. Amália Lopes. A primeira conferência – “O Contexto Político-Linguístico das Organizações Internacionais e a Língua Portuguesa” – foi proferida pelo diretor executivo do IILP, o professor e linguista brasileiro, dr. Gilvan Müller de Oliveira. Ele trouxe em sua contribuição a informação de que o português é língua oficial em cinco dos 17 blocos regionais do mundo, como o Mercado Comum do Sul (Mercosul), a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), a Comunidade Econômica dos Estados da África Central (CEEAC), a União Europeia e a Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). Por este motivo, Gilvan Müller disse que “o colóquio estabelece uma agenda construtiva para que se possa avançar nesta área”.

 
 

A conferência magistral feita pelo sociólogo angolano, dr. Elias de Oliveira – “As Línguas na ONU: Histórico, Legislação, Práticas e Perspectivas” – discutiu aspectos das duas grandes áreas da política da Língua das Nações Unidas: a comunicação interna e externa. Também disse que o atual regime de línguas dentro das Nações Unidas é essencialmente uma questão política e que o debate em torno de uma possível inclusão de outras línguas, além das seis oficiais, é recorrente. O português, como quinta língua mais falada do mundo, tem sido uma das línguas sistematicamente indicadas para serem incluídas na lista.

Na continuação do debate, a mesa “O Português nas Organizações Econômicas Regionais: SADC, Mercosul e CEEAC”, moderada pelo embaixador Nelson Cosme, trouxe o professor dr. Armando Lopes. Ele, em sua palestra – “Criando a Região Inteligente: o Caso do Português na Comunidade do Desenvolvimento da África Austral (SADC)” –, disse que “as línguas bantu constituem a língua materna para a maior parte dos falantes dos países na região da SADC, muito embora a língua hegemônica, nos casos angolano e moçambicano, continue a ser a Língua Portuguesa. O necessário equilíbrio entre essas duas realidades e uma planificação linguística apropriada permitirá certamente uma correta difusão da Língua Portuguesa no espaço da SADC, contribuindo de forma original para uma organização regional que vai se construindo pacífica, próspera e inteligentemente.”

.

Em seguida, a conferência da professora drª. Eliana Rosa Sturza, do Ministério da Educação do Brasil e da Universidade Federal de Santa Maria (no Estado do Rio Grande do Sul). Ela contextualizou a situação do Mercado Comum do Sul (Mercosul) apresentando sua história e estrutura, a promoção e difusão do português em territórios fronteiriços do Brasil por processo de ocupação social e econômica. Ela falou ainda da obrigatoriedade da implementação da Língua Portuguesa nas escolas secundárias argentinas e, para além disso, também nas escolas primárias das províncias argentinas que fazem fronteira com o Brasil. O projeto das Escolas Interculturais Bilíngues de Fronteira é um desdobramento desta política de integração regional. Por fim, Eliana Sturza sugeriu a criação de um fórum de debates pelos blocos econômicos, no quadro da Lusofonia.

.

.

Encerrando a mesa, o professor dr. Manuel Neto, do Instituto Superior Politécnico de São Tomé – “A Utilização da Língua Portuguesa na Comunidade Econômica dos Estados da África Central – CEEAC”. Manuel Neto informou que a CEEAC é composta maioritariamente por países francófonos e, deste modo, a língua francesa tem uma posição mais privilegiada, assumindo o estatuto de língua de trabalho desta instituição. Angola, Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe, por serem membros da organização, poderão ter influência dentro deste organismo sub-regional africano, recebendo o apoio científico do IILP para implementação de ações que elevem a Língua Portuguesa nos países que fazem parte da CEEAC.

.

.

.

Na última mesa do dia, moderada pela embaixadora Margarida Isata, o professor do Instituto Universitário de Lisboa, dr. Carlos Nogueira fez uma apresentação não só da estrutura da União Europeia, tendo por enfoque o setor de tradução, mas também da complexidade do trabalho de tradutores ao nível da referida instituição.

.

.

.

Por fim, a tradutora brasileira, drª. Vera Lúcia Mixtro, chefe do Departamento de Tradução da Missão Integrada da ONU em Timor-Leste, apresentou a estrutura da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), informando que será fundamental no contexto da inserção da Língua Portuguesa nesta associação a entrada do Timor-Leste como país membro.

.

.

Estiveram igualmente presentes, na abertura do Colóquio de Luanda: Rosa Cruz e Silva, ministra da Cultura de Angola, e o escritor angolano Luís Kandjimbo, representante do secretário executivo da CPLP e diretor da ação cultural da organização, entre outros convidados.

O Colóquio Internacional do IILP prosseguiu até o dia 5 de julho, com a apresentação da Carta de Luanda.

.
Colóquio Internacional do IILP pretende afirmar a Língua Portuguesa nas Organizações Internacionais.
Do Blogue do IILP
Instituto Internacional da Língua Portuguesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: