Articles

“Língua Portuguesa poderia ajudar a construir pontes”, diz autor indiano de Goa

In Defesa da Língua Portuguesa, Língua Portuguesa Internacional, O Mundo de Língua Portuguesa on 1 de Junho de 2012 by ronsoar Tagged: , , ,

De Panaji, Goa
Da agência de notícias IANS
Extraído do sítio Zee News – Índia
31 de maio de 2012

Goa, na Índia, caracteriza-se pela mescla das culturas indiana e portuguesa (Igreja de N. Srª. da Imaculada Conceição, Panaji, Velha Goa).

Goa, o popular eixo de turistas da costa ocidental da Índia, poderia construir pontes globais, ambas linguísticas e culturais, como já sugere um novo livro.

O livro intitulado Oriente e Ocidente na Literatura Goesa centra-se nas obras de escritores indo-portugueses dos séculos XIX e XX e abrange autores locais que escreveram em língua portuguesa.

O português foi a língua dominante em Goa até 1961, quando foi liberada do controle português por tropas indianas.

O autor, Eufemiano de Jesus Miranda, cujo livro lança-se nesta quarta-feira [30 de maio], sugere que o escritor goês do passado era etnicamente indiano, mas imbuído com frequência de traços ocidentais, cristãos e latinos, e também fortemente influenciado pelo “substrato hindu dos Vedas e dos Upanixades”. Isso causou uma dolorosa busca pela “autoidentidade e autodefinição”.

Os poetas goeses atuaram bastante na “Mãe Índia”, um conceito do qual partilham com orgulho. Embora dominassem a língua portuguesa, os goeses da época não perderam suas raízes indianas, argumenta o autor.

“O apelo à Índia milenar e ancestral foi forte sobre eles. Eram orgulhosos também de sua fé católica. Mas você não pode esquecer as suas raízes”, observa.

Ele acredita que estas contribuições poderiam ser um “pequeno começo” para, a partir de agora, ajudar países como Portugal a entenderem a filosofia indiana, a mitologia e o modo de ser indiano. A respeito disso, o pensamento e a filosofia da Índia são também populares nos países de língua portuguesa, como o Brasil.

O livro foi publicado em português, um dos poucos a serem aqui [em Goa] publicados nessa língua nas últimas cinco décadas. Miranda olha para o escritor indo-português como “uma parte pequena da grande tradição da literatura portuguesa. É uma literatura escita por goeses, com aspectos típicos da Índia, mas integrada prefeitamente à tradição portuguesa.”

O futuro da Língua Portuguesa em Goa

Para o autor, a Língua Portuguesa na Índia não está presa ao passado; pode ser aplicada para as novas tecnologias e como uma língua a mais de contato com o mundo.

Como ele vê o futuro da língua portuguesa em Goa, onde uma vez era dominante e agora difícil de se ver?

“Alguns anos atrás, eu podia dizer que o português era uma língua necessária só para os pesquisadores de história. Agora sabemos que precisamos dela até na indústria. Por exemplo, as Tecnologias da Informação precisam de indianos com domínio em português para trabalharem em Angola e no Brasil.”

Ele concorda com a visão de que não precisamos mais ver o português meramente como uma língua colonial, mas como uma língua a mais, com potencial para o futuro de Goa.

“O livro é sobre goeses com domínio da língua portuguesa que comandaram o nascimento de uma literatura criativa. Abrange a poesia, os romances e as estórias curtas dos séculos XIX e XX”, diz Miranda, que é atualmente pároco em Chicalim, vila à beira-rio próxima à cidade de Vasco da Gama, a 28 quilômetros da capital de Goa, Panaji.

O escritor goês de língua portuguesa é quase invisível hoje, concorda Miranda, dizendo que “é uma pena”. Contudo, é uma realidade que não pode ser esquecida. “Foi criada por goeses, que eram católicos e hindus também, que escreveram com muita elegância [em português]”, ele diz.

(Tradução de Ronaldo Santos Soares.)

.
Portuguese language could help build bridges: Goan author.
Da agência de notícias IANS – Índia.
Do sítio de notícias Zee News, seção Bookworm’s Trail – Índia.
<http://zeenews.india.com/entertainment/bookworm/portuguese-language-could-help-build-bridges-goan-author_2339.htm&gt;.
Publicado em: 31 maio 2012.

Uma resposta to ““Língua Portuguesa poderia ajudar a construir pontes”, diz autor indiano de Goa”

  1. Há escritores indianos que escrevem em portugues que por viverem em Portugal escrevem e publicam lá. Agostinho Fernendes, médico cardiologista, escreve romances em Portugues. O seu livro mais conhecido é o Bodki que ´considerado hoje um clássico indo-portugues. Escreveu mais um livro que por sinal foi publicado em Goa pela editora terceiro milénio. O seu livro mais recente, um interessante romance intitulado Alucinações acaba de ser lançado nas Caldas da Rainha porque o enredo passa-se nesta região de Portugal. Vale a pena ler este livro!!!
    Um goês residente em Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: